Servidor estadual abandonou as funções no estágio probatório pode ser investido em cargo público federal?

0 votos
perguntado em 9 de Janeiro de 2017 por Welliton Oliveira Novato (0 pontos)  
editado em 9 de Janeiro de 2017 por Welliton Oliveira
O servidor estadual, em estágio probatório, trabalhou, por exemplo, seis meses como ass. adm., e depois abandonou as funções, não podendo mais ser encontrado/contatado desde então. [Imagino que dessa forma o processo disciplinar adm não poderá ocorrer, certo?].

O processo fica arquivado até o servidor aparecer? (tendo em vista que ele pode ter sido sequestrado, e não apenas meramente abandonado o cargo).

Após o período de 3 anos de estágio probatório, mesmo o servidor não tendo aparecido, ele será exonerado/demitido?

Imaginando-se que esse servidor tenha sido aprovado em outro concurso, em âmbito federal, é possível evitar a demissão do cargo abandonado (o que teoricamente invibializaria a investidura no novo cargo)?

Digo, há caminhos para se pleitear a exoneração e evitar a penalidade de 8 anos decorrentes da demissão? Ou a demissão será automática tão logo o servidor apareça e transcorra o PAD?

Entre em sua conta ou cadastre-se para responder a esta pergunta.

3,014 perguntas

1,563 respostas

409 comentários

8,675 usuarios

Perguntas relacionadas

...