search
Entrar
Anúncio publicitário


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos
Ola, eu acabo de engressar  em uma faculdade particular, a qual sem a ajuda da pensão não  posso pagar, e irei morar com o meu namorado em outra cidade para dividir as contas, pois sozinha não consigo arcar.
Meu pai, que paga pensão , quer parar de pagar pois ele diz que estarei em união estável, mas sem a pensão não consigo fazer a faculdade e me manter na cidade, mesmo morando com o meu namorado que tambem esta entrando na faculdade. Eu gostaria de saber se ele ainda tem o dever de pagar a pensão.
perguntado em Direito Civil Novato 0 pontos
Anúncio publicitário

1 resposta

0 votos

Olá!

Vamos lá, sendo bem subjetivo, e prestando apenas uma breve orientação de carater acadêmico, podemos imaginar: uma pessoa sendo maior de idade, tendo trabalho próprio, ou renda própria, boa saúde corporal e mental, contando já com ajuda financeira de seu namorado, teria em tese de comprovar que seus pais (Mãe e Pai) têm plenas condições financeiras de arcar com o que te falta, para que os pais possam suprir essa falta. 

Se a pessoa tem culpa nas mudanças na vida dela, apenas terá direito a ajuda primária. ( Custos minimos )

§ 2o Os alimentos serão apenas os indispensáveis à subsistência, quando a situação de necessidade resultar de culpa de quem os pleiteia.

Hoje existe financiamentos sem juros em faculdades, ou até programas como o Fies. Isso tem peso nas decisões  judiciais.

Cada caso é um caso, a obrigação de alimentos e educação é bem subjetiva. É muito complexo. Como dito, se os pais tem vasta condição econômica, se torna mais fácil. Se causar transtornos e acarretar em problemas finaceiros para eles fica mais difícil.

Exemplo classico é o filho que já era acostumado a receber pensão do pai, hoje mora sozinho, pede pensão ao pai, sendo que a mãe é quem detém melhor situação financeira. Neste cenário, a mãe é quem deverá judicialmente arcar com a ajuda, ou em alguns casos, arcar com a maior parte da ajuda. 

Contrate um advogado, ponha a situação, e sendo possível veja de quem pedir ajuda para dar continuidade em seus estudos, caso possível.

CC: Art. 1.694. Podem os parentes, os cônjuges ou companheiros pedir uns aos outros os alimentos de que necessitem para viver de modo compatível com a sua condição social, inclusive para atender às necessidades de sua educação.

§ 1o Os alimentos devem ser fixados na proporção das necessidades do reclamante e dos recursos da pessoa obrigada.

§ 2o Os alimentos serão apenas os indispensáveis à subsistência, quando a situação de necessidade resultar de culpa de quem os pleiteia.

Abraços! Espero ter ajudado, qq dúvida pergunte!!!

Quem não luta pelos seus direitos não é digno deles. Rui Barbosa.
respondida Nível 11 3.340 pontos 9 11 14
editado por
Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

Anúncio publicitário

...