Anúncio publicitário

O estupro é crime de ação penal pública condicionada?

+1 voto
perguntado em 24 de setembro de 2013 em Direito Penal por Sarah
editado em 24 de setembro de 2013 por Renan Akamine
Posso processar alguém por estupro ou essa é uma função cabível apenas ao MP?

Boa noite. Gostaria de saber se em caso de violência sexual, posso instaurar um processo particular contra o agressor, independente do MP.

Uma resposta

+2 votos
respondida em 25 de setembro de 2013 por Marcelo Justo Nível 6 (1,295 pontos)
editado em 6 de junho de 2014 por Pedro Henrique
"Na redação original do Código Penal o art. 225 previa que nos crimes de estupro e atentado violento ao pudor a ação penal deveria ser privada, ou seja, “somente se procedia mediante queixa”. Por exceção (que se tornou mais comum do que a regra), procedia-se mediante ação pública condicionada a representação, quando a vítima ou seus pais não podiam prover as despesas do processo sem privar-se de recursos indispensáveis à manutenção própria ou da família; e mediante ação pública incondicionada se o crime era cometido com abuso do poder familiar, ou da qualidade de padrasto, tutor ou curador.
 
A Lei n. 12.015/09 alterou a redação do art. 225, do Código Penal, para dizer que “nos crimes definidos nos Capítulos I [Dos crimes contra a liberdade sexual] e II [Dos crimes contra vulnerável] deste Título, procede-se mediante ação penal pública condicionada à representação; e, sendo a vítima menor de 18 (dezoito) anos ou pessoa vulnerável, procede-se mediante ação penal pública incondicionada."[1]


Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de tomar qualquer ação que possa afetar seus direitos.

Tem uma dúvida?

Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

0 votos
1 resposta
perguntado em 9 de agosto de 2013 em Direito Penal por anônimo
+1 voto
0 respostas
0 votos
1 resposta
perguntado em 20 de abril de 2015 em Direito Penal por Marta Silva Novato (0 pontos)
+1 voto
1 resposta
Anúncio publicitário
...