• Novo cadastro
search
Entrar
Anúncio publicitário


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos
Em Jul/2014, comprei um veiculo pagando uma entrada e financiando o saldo em 36 vezes, com ultima parcela vencendo em Ago/2017. A este saldo foram acrescidas taxas e outros custos que seriam financiados. Paguei muitas prestações com atraso. Deixei de pagar a parcela de Dez/2016 e o banco sempre telefonando cobrando essa quitação. Em Mai/2017, após conversas telefônicas, foi realizado um acordo onde paguei a prestação vencida em Dez/2016,  sendo que as demais seriam pagas nos meses subsequentes. Em Set/2017, deixei de pagar a prestação em atraso referente ao mês de Abr/2017 no prazo estipulado pelo acordo, no dia 10, e, após conversa telefônica, foi enviado boleto com vencimento em 22/Set/2017 e que foi quitado em 21/Set/2017. No entanto, o veiculo foi apreendido em 22/Set/2017. O banco cobrou despesas como serviço de guincho, estadia em estacionamento, taxa de liberação etc. Ainda, o valor pago nos boletos emitidos em funçao da negociação eram em torno de R$ 600,00, sendo que, faltando  4 prestações, foi cobrado o valor de R$ 4.000,00 para quitação do financiamento.
perguntado em Direito Civil Novato 0 pontos 1
reaberta por
Anúncio publicitário

Entre em sua conta ou cadastre-se para responder.

Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

Anúncio publicitário

...