search
Entrar
Anúncio publicitário

Anúncio publicitário



Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos
Boa noite, eu cheguei a assinar um contrato para X curso, porém mesmo antes de dar início às aulas resolvi desistir, ou seja. Não me beneficiei em nada da escola. Porém assinei o contrato. Pois eles estão exigindo que eu pague a multa. Sou obrigado a pagar? (Obrigado)
em Direito do Consumidor 0 pontos
Anúncio publicitário

1 resposta

0 votos

O contrato de prestação de serviços a consumidor pode conter cláusula de multa por rescisão antecipada.

O TJSP considera lícita a multa de até 10% sobre as parcelas não vencidas.

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS – Embargos à execução acolhidos em parte – Execução de valores ajustados em curso educacional – Prova documental do cancelamento pelo aluno – Não se tratando de ato solene, o documento não impugnado atingiu a sua finalidade – Obrigação do acionado somente de responder por multa contratual, bem dimensionada na decisão baixada - Sentença mantida, com rearbitramento da verba honorária - Recurso improvido. 

(TJSP;  Apelação Cível 1019894-64.2018.8.26.0114; Relator (a): Caio Marcelo Mendes de Oliveira; Órgão Julgador: 32ª Câmara de Direito Privado; Foro de Campinas - 2ª Vara Cível; Data do Julgamento: 28/02/2019; Data de Registro: 28/02/2019)

 

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS RELAÇÃO DE CONSUMO. Cancelamento de matrícula. Fica a contratante obrigada a comunicar sua desistência do curso por escrito, formalidade mínima para a segurança jurídica, como previsto no contrato, que não ofende o Código de Defesa do Consumidor apenas por conter tal previsão. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS RELAÇÃO DE CONSUMO. Multa por rescisão contratual. Redução. Como a relação é regida pelo CDC, configura-se abusiva previsão de multa por rescisão contratual no importe de 30% sobre o saldo do contrato. Redução para 10%. Recurso parcialmente provido. 

(TJSP;  Apelação Cível 0054713-47.2008.8.26.0000; Relator (a): Júlio Vidal; Órgão Julgador: 28ª Câmara de Direito Privado; Foro Regional V - São Miguel Paulista - 1ª V.CÍVEL; Data do Julgamento: 13/12/2011; Data de Registro: 16/12/2011)

 

TÍTULO DE CRÉDITO. Duplicata. Mensalidades escolares. Cancelamento de matricula. Inclusão de multa de 50% do valor das parcelas vincendas. Inadmissibilidade. Cláusula que se mostra excessivamente onerosa para o consumidor. Redução para 10%. Recurso não provido. Não se pode convalidar cláusula penal que importe multa de 50% do valor das mensalidades escolares vincendas, pois isso se reputa visivelmente abusivo. A cláusula penal representa só uma preestimativa das perdas e danos, portanto exigindo a proporcionalidade entre o mal acontecido e a sua sanção.  

(TJSP;  Apelação Com Revisão 0062759-98.2003.8.26.0000; Relator (a): Gilberto dos Santos; Órgão Julgador: 11ª Câmara de Direito Privado; Foro de Botucatu - 2ª. Vara Cível; Data do Julgamento: 25/05/2006; Data de Registro: 13/06/2006)

Renan Akamine é fundador do site Pergunte Direito e graduado em Direito pela PUC-SP.
8.265 pontos
Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

...