search
Entrar
Anúncio publicitário

7.406 perguntas

3.762 respostas

1.490 comentários

14.399 usuários

Anúncio publicitário



Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos
em Direito Administrativo 0 pontos
Anúncio publicitário

1 resposta

0 votos

Os serviços públicos essenciais não podem ser suspensos em função do princípio da continuidade. A Lei 8.987/95 prevê três hipóteses em que o serviço público pode ser suspenso por não considerá-las descontinuidade de serviço: por razões de ordem técnica, motivada pela segurança das instalações e por inadimplemento do usuário.

Código de Defesa do Consumidor

Art. 22. Os órgãos públicos, por si ou suas empresas, concessionárias, permissionárias ou sob qualquer outra forma de empreendimento, são obrigados a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, contínuos.

Parágrafo único. Nos casos de descumprimento, total ou parcial, das obrigações referidas neste artigo, serão as pessoas jurídicas compelidas a cumpri-las e a reparar os danos causados, na forma prevista neste código.

Lei 8.987/95

Art. 6º, § 3º Não se caracteriza como descontinuidade do serviço a sua interrupção em situação de emergência ou após prévio aviso, quando:

I - motivada por razões de ordem técnica ou de segurança das instalações; e,

II - por inadimplemento do usuário, considerado o interesse da coletividade.

Renan Akamine é fundador do site Pergunte Direito e graduado em Direito pela PUC-SP.
7.914 pontos
Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

...