search
Entrar

Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos
Boa tarde,
No dia 16/07/2020, estive em uma concessionaria para ver um veículo para aquisição através de consórcio, por se tratar de consórcio, eu preciso enviar os dados do carro para analise da administradora do consórcio, a loja me exigiu um pagamento "de sinal' no valor de R$ 1.000,00 para que eles reservassem o carro até o banco liberar a análise do bem (veículo).
A análise foi concluída, mas a loja não está em posse do DUT do veículo para transferência. Devido a demora, acabei comprando em outra loja, e a que eu dei o "sinal" diz que irá devolver apenas 50% do valor que eu paguei, sendo que eu desisti da compra pois eles não conseguem me entregar o veículo, até o momento o documento DUT não foi emitido.
Não houve contrato, apenas um recibo do pagamento e comprovante da transferência bancária.

O recibo além de meus dados e os dados da empresa tem o seguinte teor:

Pelo presente instrumento recebi do cliente acima o valor de R$ 1.000,00 como sinal do veiculo placa ******* com o intuito de reservar o veiculo para si. no prazo máximo de 8 dias.

Eu tenho direito a ressarcimento? Pois minha parte junto ao banco foi concluída e eles não conseguem me vender o carro, devido ter documentação pendente junto ao DETRAN.
em Direito do Consumidor 0 pontos
editado por
Anúncio publicitário

Sabe a resposta? Divida com a gente!

Nome (opcional):
Você será notificado no email acima quando houver novidades para sua publicação.
Verificação anti-spam:
Você está publicando como anônimo. Para evitar a verificação anti-spam no futuro, entre em sua conta or cadastre-se. Usuários cadastrados com email confirmado não precisam aguardar a fila de moderação. O conteúdo dos demais usuários será aprovado em até 24 horas, por ordem de chegada.

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

...