search
Entrar

Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

1 voto
em Direito Constitucional 1.636 pontos
Anúncio publicitário

3 respostas

4 votos
Com louvor nos oferece o conceito Pedro Lenza, ao ensinar:

"O direito líquido e certo é aquele que pode ser demonstrado de plano mediante prova pré-constituída, sem a necessidade de dilação probatória. Trata-se de direito manifesto na sua existência, delimitado na sua extensão e apto a ser exercitado no momento da impetração.

Importante lembrar a correção feita pela doutrina em relação à terminologia empregada pela Constituição, na medida em que todo direito, se existente, já é líquido e certo. Os fatos é que deverão ser líquidos e certos para o cabimento do writ."

Fonte: LENZA, Pedro. Direito Constitucional Esquematizado. 15ª Edição. São Paulo: Ed. Saraiva, 2011.

Você quer saber mais? http://www.perguntedireito.com.br/676/qual-a-diferenca-entre-direito-liquido-e-direito-certo
1.636 pontos
editado por
0
Nossa! falou um kilo não entendi uma grama.
0
Nossa ajudou... já tinha lido muitos conceitos e não tinha entendido!!obg
2 votos
É o direito já estabelecido e/ou consagrado por lei vigente, posto que é cristalino como agua corrente, vereficando-se total transparência e nitidez em relação as garantias fundamentais do indiviudo.
–1 voto
Em outras palavras, de modo simplificado.

Direito liquido é aquele liquidado por sentença, isto é, já calculado, com valores expressos em moeda corrente, se, contar é claro, com as multas e os juros legais.

Certo, por que entende-se que o direito ali é o que fora dado por sentença, que é um título executivo judicial. Entende-se sentença neste caso somente as transitadas em julgado.

Essa é a definição simples (na prática) para os termos citados acima.

Espero ter ajudado.
36 pontos

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

...