search
Entrar
Anúncio publicitário


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

1 voto
Quando minha mãe estava grávida, começou a namorar um rapaz. Ele sabia da sua gravidez e resolveu que assumiria a paternidade mesmo sabendo que não era o pai biológico. Após o meu nascimento, ele me registrou, porém logo chegou ao fim o relacionamento dele com minha mãe. Ele não teve mais contato comigo desde então. Naquela época, minha mãe decidiu mudar de Estado e fui criada longe da minha cidade natal. Quando retornei àquela cidade, descobri que esse pai, pelo menos no registro, havia falecido e que havia um inventário em curso. Minha dúvida é se em um caso como esse, se seria meu direito ser parte no processo de inventário.
perguntado em Direito Civil Novato 5 pontos 1 1 2
reclassificada por
Anúncio publicitário

2 respostas

1 voto
O simples fato de ele tê-lo registrado como filho já é suficiente para você concorrer como herdeiro.

 

Abraços
respondida Nível 2 270 pontos 2 4 6
Anúncio publicitário

1 voto
Boa tarde, filho adotivo tem os mesmos direitos dos filhos legítimos, e se o for feita a abertura do invertario sem sua participação, você pode entra com pedido de anulação, mas tem prazo para isso, te aconselho procurar um advogado para saber as providências a ser tomadas.

Espero ter ajudado.
respondida Novato 22 pontos 1 1 4
Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

Anúncio publicitário

...