search
Entrar
Anúncio publicitário

Anúncio publicitário



Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos

Minha amiga teve uma discussão no mercado com outra mulher (uma empurrou a outra). A mulher chamou a polícia queixando-se de agressão. Foram conduzidas para a delegacia e lá a conclusão chegada é que ninguém havia lesão aparente. 


Então a outra mulher fez mais barulho do que devia, por um motivo bastante banal... Por isso acabaram perdendo o dia todo na delegacia prestando esclarecimentos.

Enfim... foi marcada audiência de conciliação para o próximo mês. Como ela deve proceder??? Ela tem medo de não poder fazer concurso de polícia pois acha que seria eliminada na INVESTIGAÇÃO SOCIAL.

Ela vai ficar marcada por causa de um fato tão banal?

Vi esse texto e fiquei preocupada:

Já a investigação social, trata da análise de toda a vida do candidato, das infrações penais, da conduta moral e social, realizadas pela Comissão de Investigação Social do concurso, que usa critérios objetivos e subjetivos, isso que dizer que poderá ocorrer a eliminação do candidato no concurso público por algum Termo circunstanciado, passagens em delegacias ou outros processos criminais.Algumas vezes, realizam até questionamentos sobre viagens ao Paraguai, Bolívia... perguntam aos vizinhos sobre seu comportamento, e por ai afora!

A questão do TERMO CIRCUNSTANCIADO... pode elimina-la do concurso... e agora?
No termo cita: LESÃO CORPORAL LEVE... e a mulher alega que seu relógio foi quebrado na confusão e quer que ela pague...

COMO PROCEDER NA AUDIÊNCIA? O QUE PODE ACONTECER? ELA PODE MESMO SER ELIMINADA DO CONCURSO POR ISSO?

O que fazer??
em Direito Administrativo
editado por
Anúncio publicitário

Entre em sua conta ou cadastre-se para responder.

Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

...