• Novo cadastro
search
Entrar
Anúncio publicitário

0 votos
Uma conversa através do WhatsApp particular do Coordenador de depto pessoal onde o mesmo responde que o Diretor ficou de resolver sobre um possível saldo de ferias trabalhadas (15 dias), mas ainda não definiu. Porém, eu perguntei qual era a data sem esse saldo de férias, porém o mesmo não respondeu e o diretor ainda não definiu. O WhatsApp tb serve de prova que eu estou interessada em saber a data do retorno e que não trata-se de abandono de emprego?? o que eu faço se ele não me passar a data do retorno??
perguntado em Direito Trabalhista Novato 3 pontos 1 3
Anúncio publicitário

1 resposta

0 votos
Oi, Lilian! O whatsapp também é meio de prova. Se necessário for para comprovar suas alegações em processo judicial e garantir maior segurança, é recomendável que um tabelião (qualquer cartório de notas) elabore uma ata notarial atestando a veracidade das mensagens trocadas pelo aplicativo.

Se a situação persistir além do razoável e não houver fixação de data de retorno, recomendo que procure o corpo jurídico de seu sindicato ou um advogado, porque não restará outra opção a não ser o término do contrato de trabalho.
respondida Nível 5 994 pontos 2 8 12
Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de tomar qualquer ação que possa afetar seus direitos.

Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

0 votos
0 respostas
Posso utilizar uma gravação de áudio contra um funcionário? Um funcionário da empresa que administro esta em aviso prévio, descobrimos que ele fraudou o sistema e simulou devoluções a clientes e ficou com esses valores. Tudo foi descoberto no mesmo dia e decidi ... valores para esse funcionário para que esse fizesse a entrega ao cliente. Queria saber se essa gravação de audio tem alguma validade?
perguntado em 3 de fevereiro de 2014 em Direito Trabalhista rafael simon ribeiro
0 votos
1 resposta
Boa tarde! Em fevereiro do corrente ano coloquei um bem móvel a venda é um amigo se interessou, não fiz contrato por ser um 'amigo'. Um erro eu sei, mas formamos um acordo, eu cederia o bem de imediato para seu uso e até dezembro ... de desistência, registradas pelo aplicativo whatsapp. Essas conversas são meio de prova? Posso acionar judicialmente essa pessoa para cumprir a obrigação? Obrigada!
perguntado em 31 de agosto de 2017 em Processo Civil Ana Garcia Novato 0 pontos 1
0 votos
0 respostas
Entrei com uma acao individual trabalhista, mas por erro do adv ele esqueceu de entrar com o recurso quando perdir na 1 instância, e o processo foi transitado em julgado Agora o sindicato vai entrar com ação coletiva sobre o mesmo tema no TRT Gostaria de saber se o sindicato ganhar a ação eu também ganho, mesmo tendo perdido de maneira individual
perguntado em 15 de dezembro de 2016 em Processo Trabalhista RODRIGO SILVA ALVES Novato 0 pontos 1 2
0 votos
0 respostas
Ha mais ou menos um mes, fiz uma entrevista em uma empresa e depois de dois dias entreguei todos os documentos necessarios para contratacao(inclusive a minha CTPS). Achei estranho a falta de comunicacao da empresa comigo e depois de um mes liguei pra ... recebo alguma indenizacao por danos morais ja que durante esse mes recebi outras propostas de trabalho e a minha carteira estava na empresa?
perguntado em 4 de outubro de 2014 em Direito Trabalhista luzilene gomes Novato 0 pontos 1 1 2
0 votos
1 resposta
Olá, Gostaria de saber se as provas obtidas pela polícia através da violação de domicílio são suficientes para instaurar processo judicial. Essa prática está sendo comum na minha cidade, onde a polícia adentra domicílios sem nenhuma autorização ou mandato e ao encontrar ilícitos prende o proprietário, que responde posteriormente a um processo judicial. Agradeço a compreensão.
perguntado em 17 de julho de 2016 em Processo Penal Luciano Fernandes Novato 0 pontos 1 1 2
...