search
Entrar
Anúncio publicitário

7.010 perguntas

3.621 respostas

1.444 comentários

14.343 usuários

Anúncio publicitário



Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos
em Direito Penal 1.325 pontos
Anúncio publicitário

1 resposta

0 votos

Primeiramente cabe definirmos o que seria o roubo de uso: Roubo de usos ocorre quando o agente subtrai o bem para uso momentâneo, sendo que, após o uso o agente restitui a coisa a quem de direito.

Para esse pergunta é possível duas respostas:

A primeira delas defende que por haver emprego de violência ou grave ameaça não seria o roubo de uso hipótese atípica, pois em sendo o crime de roubo um crime complexo que busca a proteção tanto do patrimônio como da liberdade em havendo a violação de um destes ocorre o fato típico. Segue precedente a esse respido do tjdft

RECURSOS DE APELAÇÃO CRIMINAL. ROUBO CIRCUNSTANCIADO PELO EMPREGO DE ARMA E PELO CONCURSO DE PESSOAS. PEDIDO DE ABSOLVIÇÃO. NÃO ACOLHIMENTO. CONJUNTO PROBATÓRIO HARMÔNICO E COESO. "ROUBO DE USO". INADMISSIBILIDADE. CRIME COMPLEXO. APLICAÇÃO DA PENA. PRINCÍPIO DA ISONOMIA E DA INDIVIDUALIZAÇÃO DA PENA. DIREITO DE RECORRER EM LIBERDADE. AMEAÇA À ORDEM PÚBLICA. RÉUS QUE PERMANECERAM PRESOS DURANTE TODO O PROCESSO. RECURSOS CONHECIDOS E NÃO PROVIDOS. 
1. QUANDO O CONJUNTO PROBATÓRIO APRESENTA AUTORIA E MATERIALIDADE INCONTROVERSAS, CONVERGINDO OS ELEMENTOS DE CONVICÇÃO COLIGIDOS AOS AUTOS NO SENTIDO DE SEREM OS RÉUS OS AUTORES DO CRIME, NÃO SE MOSTRA PLAUSÍVEL O PLEITO ABSOLUTÓRIO. 
2. O ROUBO É DELITO DE NATUREZA COMPLEXA, QUE BUSCA A PROTEÇÃO TANTO DO PATRIMÔNIO COMO DA LIBERDADE E INTEGRIDADE FÍSICA DO INDIVÍDUO, NÃO COMPORTANDO A ADOÇÃO DA FIGURA DO "ROUBO DE USO". 
3. EM RAZÃO DOS PRINCÍPIOS DA INDIVIDUALIZAÇÃO DA PENA E DA ISONOMIA, AS PENAS IMPOSTAS AOS CORRÉUS SERÃO DIVERSAS QUANDO AS CIRCUNSTÂNCIAS PESSOAIS DE CADA UM NÃO SE ASSEMELHAREM. ASSIM, INVIÁVEL A IMPOSIÇÃO DA MESMA PENA QUANDO UM DOS RÉUS SEJA PRIMÁRIO E O OUTRO REINCIDENTE E PORTADOR DE MAUS ANTECEDENTES. 
4. SE OS RÉUS PERMANECERAM PRESOS DURANTE A INSTRUÇÃO CRIMINAL, E HAVENDO FUNDAMENTAÇÃO IDÔNEA PARA A MANUTENÇÃO DA PRISÃO PREVENTIVA, NÃO HÁ MOTIVOS PARA QUE AGORA, APÓS A CONDENAÇÃO, SEJA-LHES CONCEDIDA A LIBERDADE PROVISÓRIA. 
5. RECURSOS CONHECIDOS E NÃO PROVIDOS, FICANDO MANTIDA A SENTENÇA CONDENATÓRIA DO PRIMEIRO E DO SEGUNDO APELANTE NAS SANÇÕES DO ARTIGO 157, § 2º, INCISOS I E II, DO CÓDIGO PENAL, QUE IMPÔS AS PENAS DE 05 (CINCO) ANOS E 04 (QUATRO) MESES DE RECLUSÃO, NO REGIME INICIAL SEMIABERTO, E 13 (TREZE) DIAS-MULTA, FIXADOS NO MÍNIMO LEGAL, E 06 (SEIS) ANOS, 01 (UM) MÊS E 10 (DEZ) DIAS, NO REGIME INICIAL FECHADO, E 33 (TRINTA E TRÊS) DIAS-MULTA, FIXADOS NO MÍNIMO LEGAL, RESPECTIVAMENTE.(Apelação Criminal nº 
20100111476815APR, Relator Desembargador GEORGE LOPES LEITE, Tribunal de Justiça do Distrito Federale Territórios)


Por outro lado, alguns doutrinadores como Rogério Grecco defendem que o roubo é um crime complexo formado por constrangimento ilegal e mais furto. Na visão de Rogério Grecco, o roubo de uso faz desaparecer o furto e o roubo. Portanto, roubo de uso deve ser punido somente pelo constrangimento ilegal (artigo 146 do Código Penal).

1.325 pontos
Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

0 votos
1 resposta
perguntado em 7 de outubro de 2013 em Direito Penal Marcelo Justo 1.325 pontos
Anúncio publicitário

...