search
Entrar
Anúncio publicitário

Anúncio publicitário



Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos
Boa noite hoje dia 28/04/2017 Cheguei em meu trabalho as 11:00 da manhã por conta da greve dos sindicatos lembrando que o transporte que eu utilizei voltou a funcionar parcialmente por volta das 10:15 da manhã no entanto o meu horário de trabalho é das 7:00 as 17:00 de seg a quinta e 7:00 as 16:00 ou seja trabalhei das 11:00 as 16:00 porem por volta das 13:08 fui almoçar e ao retornar para setor para descansar as 13;22 para utilizar de algumas  poltronas que são oferecidas para os funcionários descansar fui surpreendido pela meu supervisor que solicitou que eu retornasse as minhas funções imediatamente alegando que eu não teria hoje o direito de fazer 1 hora de almoço pelo fato de eu ter chegado atrasado hoje por conta das greves na cidade ,eu sem hesitar retornei imediatamente ao meu posto porem gostaria de saber se essa atitude do meu supervisor foi correta.
em Direito Trabalhista 0 pontos
Anúncio publicitário

1 resposta

1 voto
A meu ver, a atitude foi correta. Veja bem. O intervalo de almoço de uma hora é garantido para jornadas superiores a 06 horas; jornadas entre 04 e 06 horas conferem direito a um intervalo de 15 minutos. A jornada do relato foi de 04:45h. Aqui, não tem muita relevância de quem foi a culpa do atraso. O que interessa é se o empregado pode gozar de intervalo compatível com a jornada efetivamente praticada.
2.411 pontos
Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

Perguntas relacionadas

...