search
Entrar
Anúncio publicitário


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

0 votos
Um servidor estadual que foi solicitado pela justiça leitoral para ajudar na biometria pode filiar-se a partido politico após esta exercendo  as funções eleitorais?
em Direito Eleitoral 0 pontos
Anúncio publicitário

1 resposta

0 votos

O TSE decidiu que a proibição de servidores da Justiça Eleitoral se filiarem a partidos políticos, constante do Art. 366 do Código Eleitoral, também se aplica a servidores requisitados de outros órgãos:

Lei 4.737/65, Art. 366. Os funcionários de qualquer órgão da Justiça Eleitoral não poderão pertencer a diretório de partido político ou exercer qualquer atividade partidária, sob pena de demissão.

 

PROCESSO ADMINISTRATIVO. REQUISIÇÃO. EXTRAORDINÁRIA. SERVIDORES. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS NA JUSTIÇA ELEITORAL. FILIAÇÃO A PARTIDO POLÍTICO. VEDAÇÃO. PEDIDO. DEFERIMENTO PARCIAL.

1. O TSE já se manifestou no sentido de serem ¿incompatíveis a condição de servidor da Justiça Eleitoral e a filiação partidária. Precedentes.

2. O art. 366 do Código Eleitoral proíbe aos servidores da Justiça Eleitoral o exercício de atividade político-partidária, sob pena de demissão.

3. O servidor requisitado para prestar serviço à Justiça Eleitoral também deve submeter-se às limitações a que estão sujeitos os próprios servidores desta Justiça Especializada, no que diz respeito a filiação partidária.

4. Pedido de requisição parcialmente deferido, para excluir a servidora filiada a partido político.

(Processo Administrativo nº 46952, Acórdão, Relator(a) Min. Luciana Christina Guimarães Lóssio, Publicação:  DJE - Diário de justiça eletrônico, Data 18/09/2014)

(Processo Administrativo nº 57514, Acórdão, Relator(a) Min. Luciana Christina Guimarães Lóssio, Publicação:  DJE - Diário de justiça eletrônico, Tomo  156, Data 22/08/2014, Página 128-129)

Renan Akamine é fundador do site Pergunte Direito e graduado em Direito pela PUC-SP.
6.539 pontos
Anúncio publicitário

Isenção de responsabilidade

As respostas e comentários do Pergunte Direito não são aconselhamentos legais, não criam relações advogado-cliente e não são ofertas de serviços jurídicos. A finalidade deste site é restrita a estimular a troca de conhecimentos acadêmicos e de utilidade pública.

Se você ignorar este aviso e fornecer informações confidenciais em mensagens privadas ou públicas, não haverá obrigação de manter a informação sigilosa ou de renunciar a atuação contrária a seus interesses.

Consulte um advogado antes de fazer algo que possa afetar seus direitos.


Tem uma dúvida?


Faça uma pergunta

6.642 perguntas

3.500 respostas

1.384 comentários

14.306 usuários

Anúncio publicitário


...